top of page
  • Foto do escritorNewport

Marketing Esportivo e sua importância

O marketing esportivo vem se mostrando como uma ferramenta eficiente e lucrativa, capaz de gerar grandes oportunidades de negócios. Cada vez mais forte e mais presente, se engana quem pensa que a estratégia funciona apenas para alguns segmentos do mercado. É a união do consumo com a paixão, uma combinação capaz de gerar muitos frutos. Quando o foco é o esporte, o marketing e suas ferramentas entram em campo para promover marcas, clubes, times, atletas, equipes, equipamentos e até pessoas e personalidades.



O marketing esportivo apareceu por volta de 1920, quando alguns norte-americanos observaram que os esportes tinham potencial para gerar novas oportunidades de negócio, agregando alto potencial de movimentação. Naquela época, o marketing esportivo era visto como uma ferramenta eficiente para aumentar as receitas e tornar marcas, eventos e atletas mais fortes.


Dito e feito! O marketing esportivo envolve a paixão das pessoas pelo time do coração, um evento e até um atleta. Exemplo disso é o Super Bowl, que marca o final da temporada da liga de futebol americano, nos Estados Unidos. Um único evento que movimenta milhões de pessoas, atletas, artistas, profissionais e muitos dólares.


Em 2016, um comercial no intervalo do Super Bowl na TV, custou cerca de US$ 650 mil por segundo de exibição. E esse é apenas um dos exemplos. O marketing esportivo ganha espaço quando vê uma oportunidade de negócio voltada para um público específico. Nesse sentido, os esportes são aliados às demandas de consumo. O marketing, como em um passe de mágica, se aproveita do momento para atrair, reter e gerar lucro para as empresas envolvidas.


תגובות


bottom of page